Mural
    Recomende este site
    Envie seu comentário
    Fale conosco
       O Sana
    Anuncios Classificados
    Artes e Cultura
    Fotos e Vídeos
    História
    Papel de parede
    Pequena Semente
    Sanapa
    Turismo responsável
       Como chegar
    Mapas
    Transportes
       Onde comer
    Guia gastronômico
       Onde ficar
    Albergues
    Aluguel por temporada
    Cama e Café
    Campings
    Hotéis
    Pousadas
       Lazer
    Cachoeiras
    Downhill Bike
    Passeios ecológicos
    Rafting
    Sana - BirdWatching
    Trekking
       Redes Sociais
    Facebook
    Linkedin
    Orkut
    Twitter
       Canais
    Ampla
    Bancos
      Banco do Brasil
      Banco Itau
    Beleza e Saúde
    Caminhos de Santiago
    Culinária
    Decoração
    Horóscopo
    Inea
    Oi
    Prefeitura de Macaé
       Colunistas
  Acosta e o Desenvolvimento     Sustentável...
    Lourdes Acosta
  Animal Livre...
    Vininha F Carvalho
  Direito e Política...
    Dr. Hélio Márcio Porto
  Guerreiro da Luz...
    Paulo Coelho
  Opinião do leitor...
    Antenor L de Souza
    Gabriela Azcoaga Klett
    Jorge Luiz L de Aguiar
       Outros destinos
    Bonito BirdWatching
    Parque Natural Atalaia
    Praias de Macaé
    Praias de Rio das Ostras
    Reserva Biológica União
    Reserva Jurubatiba
       Previsão do tempo
      Telefones úteis
       Parcerias
 
 
 
 
Comentários de Visitantes do Sana
O Sana é indicado no ranking da revista Veja Rio como
um dos lugares imperdíveis para você aproveitar
os feriadões de 2015, no Estado do Rio de Janeiro.
     

Na Serra da Macaé, entre os municípios de Nova Friburgo, Casimiro de Abreu e Trajano de Moraes, em altitudes que variam entre 300 e 500m, que lhe confere um clima agradável durante todo o ano, com temperaturas entre 18°C e 24ºC na maior parte do ano e calor bem distribuído o ano inteiro, no inverno, a temperatura varia de 10ºC à 18ºC, está o Sana, 6º Distrito de Macaé, uma APA criada pelo município e bastante avançada no seu processo de gestão, contando com um Conselho Gestor e de legislação própria, que vem adequando-se à realidade do desenvolvimento econômico, habitacional e turístico.
Estrategicamente situado dentro do mapa do Estado do Rio, o distrito fica próximo do Rio de Janeiro, Niterói, Macaé, Campos dos Goytacazes, Casimiro de Abreu e toda a Região dos Lagos, há menos de 2 horas, onde Casimiro de Abreu equivale à principal porta de entrada, distando apenas a 25 km dali, pela estrada Serra Mar (RJ-142), já asfaltada.
Veja as principais rotas de acesso ao Sana em nossa página de “mapas”.

Pode-se dizer que o distrito do Sana é dividido em três regiões distintas: Barra do Sana (no encontro do rio Sana com o rio Macaé); Arraial do Sana, onde se encontra a maior parte da população e Cabeceira do Sana (onde nasce o rio Sana, que corta todo o distrito, recebendo em seu curso uma dezena de pequenos e médios afluentes como o Rio Peito de Pombo onde situam-se as Cachoeiras: Sete Quedas, Mãe, Pai e o Escorrega; o Rio Andorinhas, na Cabeceira do Sana, onde se encontra a belíssima Cachoeira das Andorinhas; o Rio São Bento, cheio de lindas piscinas naturais e cachoeiras escondidas; o Córrego da Boa Sorte com sua singela queda d'água de mesmo nome; o Córrego da Glória; e outras nascentes).

Frequentado por pessoas em busca de contato com a natureza e de tranquilidade o Sana é cercado de magia e encantamento, o distrito do Sana tem a melhor infraestrutura da região serrana para o turismo, com um grande número de pequenas pousadas, albergues, hotel fazenda e áreas de campings com capacidade para receber um bom número de visitantes, além de bares e restaurantes.

Roteiros de passeio:

Cachoeiras
Você poderá visitar as Cachoeiras do Sana desde que siga corretamente as normas de visitação da Bacia Hidrográfica do Córrego do Peito de Pombo, estabelecidas pela Resolução 004/2010, do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável(COMMADS):
Horário de Visitação: das 08 às 17h.
Não é permitido:
• tráfego de veículos motorizados e bicicletas;
• acesso de animais domésticos;
• prática de esportes;
• isopores, caixas e similares que sirvam para acondicionar mercadorias e produtos;
• bebidas alcoólicas;
• objetos de vidro;
• aparelhos ou instrumentos que promovam ruídos elevados;
• churrasqueiras;
• barracas de acampamento;
• produtos que venham causar riscos de incêndio;
• óleos bronzeadores.

Destaque: por um caminho limpo e sinalizado, por cerca de 20 minutos, chega-se à Cachoeira do Escorrega. Para crianças que gostam de divertir-se escorregando num “toboágua” natural esta é a melhor cachoeira, possui piscinas com pouca correnteza, tornando a brincadeira segura para qualquer idade.

Caminhadas
A Pedra do "Peito de Pombo" uma formação é rochosa que vista de certos ângulos assemelha-se a um pombo pousado sobre a pedra, é o ícone ecológico de Sana e quem chega ao cume desfruta de linda vista das montanhas além do litoral de Cabo Frio, Búzios, Macaé e Rio das Ostras. Um visual prá lá de radical!!!
Entre ida e volta são sete horas de caminhada, que só pode ser só feita com acompanhamento de condutores que poderão ser contratados através de celular (22) 9.8812-9087 (falar com Maurício), ou ainda, solicitando informações pelo e-mail: saessana@hotmail.com

Rafting e Canoeing
Você pode praticar o rafting pelas corredeiras do rio Macaé, desfrutando de belas paisagens, contratando os serviços da CANOAR, cuja base de operação situa-se 6 km após Casimiro de Abreu, logo após uma ponte, do lado direito.

Contato com: gersonnunes@hotmail.com


Sítio Ecológico
Ruínas datadas entre o século XVII-XIX podem ser encontradas em alguns lugares na serra de Macaé. Não possuímos quaisquer informações técnicas sobre estes locais, apenas informações coletadas de moradores e de Jane Marinho e Conceição Franco, que são duas historiadoras que trabalham no Centro Cultural de Macaé. Visite o sítio ecológico clicando aqui.

O QUILOMBO DE CARUKANGO
Poucas pessoas sabem, mas em Macaé existiu um Quilombo quase tão importante quanto ao Quilombo dos Palmares. O Quilombo de Carukango era um desses agrupamentos que ameaçavam a ordem da Colônia. Situava-se na Serra Macaense, mais precisamente num platô localizado na Serra do Deitado, parte da atual Serra da Pedra Branca. Constituindo-se em uma das maiores comunidades quilombolas do Estado do Rio de Janeiro, o quilombo de Carukango desenvolvia diversas atividades agrícolas, além da caça e da pesca. Os quilombolas viviam sobre um único abrigo, em forma de barracão, e resistiram por quase duas décadas. A Equipe Desema de Turismo de Aventura está a procura de patrocínio para montar uma expedição para localização e mapeamento com GPS deste Quilombo. Entre em contato com a nossa equipe para maiores informações. Quer saber mais? Clique aqui...

     
 
 
     
© 2003-2015 Designios Refinados. Todos os direitos reservados.